• Arthur Gadelha

Conheça Lezio Lopes, brasileiro convidado pela HBO para criar abertura de The White Lotus

ENTREVISTA Em entrevista para o Ensaio Crítico, artista conta mais sobre sua arte e o processo de criação para a minissérie da HBO

Arte: Lezio Lopes

Lançada em julho desse ano, a série The White Lotus acompanha um hotel de luxo no Havaí ao longo de uma semana, dividindo a trama entre as famílias ricas que estão hospedadas e os funcionários que precisam lidar com seus conflitos superficiais. Para representar o tom de requinte, humor e mistério que envolve a obra, a vinheta de abertura apresenta paredes florais típicas de estadias praianas, embaladas por uma música tropicalmente assustadora. Em busca de um estilo que traduzisse essa energia iluminada e caótica, a equipe criativa da HBO convidou o artista brasileiro Lezio Lopes, designer nascido em Sergipe, formado no Ceará, que mora atualmente em Sidney, na Austrália. Em entrevista para o Ensaio Crítico, Lezio conta mais sobre sua arte e o processo de criação para a HBO. Confira abaixo:



Quem é Lezio Lopes e o que você produz? Fale um pouco sobre de onde veio sua vontade e como surgiu sua carreira.

Meu nome é Lezio Lopes, nasci em Aracaju, e me mudei pra Fortaleza em 2012 para cursar Design-Moda na Universidade Federal do Ceará (UFC). Eu já desenhava desde pequeno, mas foi no curso que comecei a me interessar muito pela área de estamparia e ilustrações. Estagiei e trabalhei como ilustrador e designer de estampas por alguns anos, e então decidi seguir como ilustrador freelance. Vim para Sydney em 2020 para viver a experiência de morar fora e atualmente faço uma especialização em Marketing Digital.


Quais são suas principais inspirações? Seja de outros artistas ou movimentos, o que costuma lhe inspirar?

A natureza (animais, plantas, flores), com certeza, é a minha maior inspiração. Também me inspiram o trabalho da artista cearense Auxi Silveira, da russa Marija Tiurina, e o movimento artístico Art Nouveau.


Ilustrações de Lezio Lopes


Quando descobrimos os traços, cores e figuras das suas obras, também descobrimos que sua assinatura artística é predominante na abertura de The White Lotus. Como você interpreta que o contexto da série conversa com sua criação?

"The White Lotus" é uma sátira que se passa em um resort no Hawaii - as cenas podem te arrancar risos, mas também tem um ar de mistério. Foi isso o que tentamos transmitir na abertura. Da mesma forma que vemos um macaco com uma flor na cabeça e uma onça dormindo em uma folha, também vemos centopeias destruindo folhas e um peixe "enforcado" por uma água-viva. É aquela sensação entre o prazer de relaxar e o mistério de que algo aterrorizante vai acontecer. Já sobre o traço em si, minhas criações geralmente são bem tropicais, então se conecta bem à paisagem do seriado.


Como se deu o convite da HBO para produzir as ilustrações? Como foi o processo de criação?

Eles entraram em contato comigo através do meu site, inicialmente, falando sobre um projeto pra um vídeo. Nesse momento, eu não tinha dimensão do que seria, mas me interessei em fazer parte. Tivemos várias reuniões pelo Zoom, fiz os rascunhos, fomos ajustando alguns detalhes e então criei as ilustrações finais.


E quais suas impressões pessoais sobre The White Lotus?

Estou acompanhando e estou viciado no seriado! São muitos momentos de tensão e situações constrangedoras, mas também morro de rir com a Tanya (personagem da Jennifer Coolidge). Até então, o seriado conseguiu me prender bastante e já virou um dos meus favoritos. Só fica melhor a cada episódio!


No Instagram e site de Lezio Lopes você pode conferir mais do seu trabalho. The White Lotus está disponível no streaming da HBO Max, o último episódio vai ao ar no próximo domingo, dia 15. Confira a abertura:


Agradecimento especial a Jonathan Silva pela assistência na pauta