• Arthur Gadelha

24ª Mostra Tiradentes: guia de críticas

Pela primeira vez em execução online devido a pandemia de Covid-19, o evento aconteceu entre os dias 22 e 30 de janeiro. As críticas publicadas podem ser acessadas abaixo:

Quando a programação da 24ª Mostra de Cinema de Tiradentes foi anunciada, eu corri para quebrar a cabeça e decidir como organizar a infinidade de filmes e encaixá-los na minha conturbada rotina. Projetando meus horários "livres", que eram pela manhã, à noite e nos finais de semana, previ horários de sono, de pausa, intercalei filmes de roupagens distintas para não me exceder numa só sensação... Acabou que essa programação me serviu mais de guia porque só consegui atendê-la uns 40%, o que já é uma conquista dado o desastre que foi meu planejamento para acompanhar o Olhar de Cinema e a Mostra de São Paulo ano passado. Mas tá ótimo, sinto que aproveitei ao máximo minha primeira participação nesse festival que já é tradição na reflexão sobre novos rumos do cinema brasileiro. Ao longo da semana, publiquei algumas críticas e faço esse post como forma de arquivá-las para um acesso objetivo.


🏆 MOSTRA AURORA

Açucena: ao redor do culto (Melhor Filme do Júri Oficial)

★★★½ | https://cutt.ly/Xky74RR


Rosa Tirana: em busca de vida própria

★★½ | https://cutt.ly/nky734e


Oráculo: isto não é uma crítica

★★ | https://cutt.ly/gky79Uz


A Mesma Parte de um Homem: ficção da clausura

★★★ | https://cutt.ly/4ky72ye


Eu, Empresa: Sabe o que é mindset? Nem eu

★★★★ | https://cutt.ly/Gky7BPn



🏆 MOSTRA OLHOS LIVRES

Voltei!: O Brasil machuca, viu?

★★★★ | https://cutt.ly/Zky75Js


Rodson ou Onde o Sol Não Tem Dó: o lixo é um outdoor

★★★★★ | https://cutt.ly/tky7N9x



🏆 MOSTRA PANORAMA

Levantado do Chão: um violino e o medo do sonho

★★★★ | https://cutt.ly/Mkt5LTi



🏆 MOSTRA FOCO

Preces Precipitadas de um Lugar Sagrado que não Existe Mais: depois da distopia

★★★★ | https://cutt.ly/bkt5JhF



🏆 VERTENTES DA CRIAÇÃO

Pajeú: sufoco da memória

★★★★★ | https://cutt.ly/kkt5IPk


@2021 - Ensaio Crítico | Propriedade de Arthur Gadelha | Cinema Brasileiro | Crítica de Cinema